Preocupados com o bem-estar dos funcionários, empresas investem em programas de bem-estar. Mas, o que esperar deles? 

Saiba o que é o Programa de Bem-estar corporativo e seu principal objetivo.

Prestes a completar quase dois anos do início da pandemia de COVID-19, muitas empresas já entenderam que a saúde emocional dos seus funcionários é um tema que tem ganhado cada vez mais espaço nas agendas corporativas.  

Segundo matéria da CNN feita em setembro de 2021, desde 2020  cerca de 576 mil pessoas pediram afastamento do trabalho por transtornos mentais e comportamentais. O número revela uma alta de 26% em comparação ao ano de 2019, dizem dados da Secretaria Especial da Previdência e Trabalho. 

Frente a um cenário em que muitos foram obrigados a sair do escritório ou ambiente presencial e compartilhar seu dia a dia de trabalho com a família e o ambiente doméstico, a sobrecarga de trabalho e a dupla jornada de trabalho estão presentes em grande parte das queixas dos funcionários (e pacientes com diagnóstico de Burnout). Por isso, ter uma empresa preocupada com o bem-estar de seus funcionários e que propicie ações e programas que busquem o equilíbrio psicológico deve ser alvo de atenção, principalmente daquele que buscam um melhor ambiente de trabalho.  

Mas, afinal, o que esperar de um Programa de Bem-estar? 

Pesquisa da consultoria Willis Towers Watson (WTW) apontou que, de 2015 para 2021, houve um aumento de 33% no interesse das empresas de implantar ações de saúde e bem-estar na rotina de seus colaboradores.  

Dessa forma, os programas de bem-estar podem ser definidos como ações coordenadas entre si, geralmente sob responsabilidade de coordenação da área de Recursos Humanos, com o objetivo de promover a saúde integral e a felicidade dos colaboradores. Ao abordar saúde integral, entende-se que a empresa promove ações que impactam positivamente e trazem ganhos para os diversos pilares da vida social do funcionário (familiar, financeiro, emocional, físico, entre outros). Assim, o programa apoia as pessoas a mudarem comportamento e estilos de vida, dentro e fora do ambiente de trabalho.  

Quais são os benefícios do programa? 

Sentir-se bem no trabalho e ter um ambiente de segurança psicológica está diretamente relacionado a uma melhor saúde e bem-estar. Com isso, mais possibilidade de exercer a criatividade, inovação e melhoria na produtividade. Comportamentos como maior comprometimento e engajamento em temas do trabalho também passam a ser mais frequentes e esperado. Aliado a este  bom ambiente de trabalho há também a possibilidade de ações voltadas para a prevenção da saúde física e emocional, gerando redução das doenças ocupacionais e, consequentemente, afastamentos relacionados ao trabalho.  

Sob a ótica do funcionário e usuário do programa, ter ações voltadas para sua saúde e esse olhar atento também possibilita um olhar cuidadoso para si mesmo, um espaço para incentivo ao seu auto cuidado e equilíbrio entre vida pessoal e profissional.  

Quais exemplos se inspirar? 

Hoje existem muitas empresas no mercado divulgando publicamente suas iniciativas e programas de bem-estar.  

Um exemplo disso é o grupo Votorantim, que criou o programa online “Desafio VSaúde”, para estimular o engajamento e a participação dos funcionários em ações de exercício físico. Além da campanha, também houve o incentivo pela companhia para que todos realizassem exames de rotina com frequência para manter uma vida saudável. 

Outro exemplo que ficou muito conhecido foi o do Linkedin,  que decidiu conceder uma semana de folga remunerada para todos seus 15 mil funcionários pelo mundo. Antes da pandemia, a empresa já oferecia sessões semanais de yoga e mindfulness gratuitas no escritório, além de 20 terapias ao logo ano. Em julho, a empresa deu mais um passo e anunciou que todos os colaboradores trabalhassem meio período nas sextas-feiras durante os meses de julho e agosto. 

Exemplos como estes já estão vindo a público facilmente e com ampla divulgação, evidenciando o papel social das empresas, que vai muito além de prover o trabalho, mas também dar meios e condições para que todos tenham um ambiente saudável e relações equilibradas nos diferentes aspectos da nossa vida.  

Caso tenha interesse em conhecer mais sobre programas de bem-estar, fale com uma de nossas especialistas em Psicologia Organizacional e do trabalho.  

Bruna Passarelli

Fonte: CNN, Empresas ampliam programas de bem-estar em meio à preocupação com saúde mental. Disponível em https://www.cnnbrasil.com.br/business/sobe-33-o-interesse-das-empresas-em-criar-acoes-de-saude-mental-diz-pesquisa/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s