As necessidades de se pensar em um clima organizacional saudável

clima-lab

Implementar pesquisas internas de satisfação dos colaboradores quanto ao trabalho que realizam, relações interpessoais e desenvolvimento de carreira, é uma ferramenta indispensável para se obter um ambiente de trabalho saudável e consequentemente, uma produção melhor.

Considerando que nós, seres humanos, podemos ser influenciados pelo ambiente em que convivemos de forma direta e indireta, devemos considerar o impacto que esse conjunto de sentimentos e experiências causam ao nosso ambiente de trabalho, sejam eles positivos ou negativos. Desta forma, denominaremos clima organizacional, esse aglomerado de sentimentos que rodeia o ambiente organizacional e seus colaboradores.

Um conceito pouco explorado até o momento

Pouca coisa existe sobre clima organizacional nos estudos organizacionais pela sua dificuldade em ser analisado. Porém, segundo Chiavenato (2003), clima organizacional envolve uma visão mais ampla e flexível da influência ambiental sobre a motivação.  É a qualidade ou propriedade do ambiente  organizacional  que  é  percebida  ou  experimentada  pelos  membros da organização e influência no seu comportamento.  Refere-se ao ambiente interno existente entre as pessoas que  convivem  no  meio  organizacional  e  está  relacionado  com o grau de motivação de seus participantes.

Clima organizacional dependente das condições da empresa

Essas condições afetam diretamente o comportamento e motivação dos colaboradores, podendo gerar consequências positivas ou negativas no desempenho dos mesmos. E a partir dos recursos organizacionais disponíveis, é preciso administrá-los de forma a potencializar as habilidades e competências de cada um. Com isso, os trabalhadores também poderão administrá-los e principalmente, irão querer fazer (por estarem satisfeitas ou motivadas para trabalhar) e poderam fazer (possuem os meios necessários para a realização da tarefa).

Da mesma forma que o trabalhador pode querer e poder fazer algo para melhorar suas relações de trabalho e seu ambiente, ele também pode não querer. Esses comportamentos geram climas ruins e geram duas vertentes: de um lado o querer e o poder fazer e do outro, o não querer e não poder fazer. Fracasso e mal engajamento, são dois exemplos de impactos que o não querer e não poder fazer causam no clima organizacional e os comportamentos que aparecem são de rivalidade, desinteresse, resistência à ordens e discórdia. Porém, quando o clima é positivo, podemos observar comportamentos como alegria, dedicação, participação, satisfação e principalmente, motivação no ambiente de trabalho. 

E como verificamos esses comportamentos? Basicamente, ao observar atos e expressões dos colaboradores e na execução de tarefas ou passividade das mesmas.

Abaixo, uma tabela de clima organizacional que expressa três variáveis que podemos nos deparar no dia a dia:

tabela clima

Como avaliar essa importante variável dentro de uma organização

Para avaliar o clima em nossa organização, podemos desenvolver uma pesquisa que busque obter um mapeamento do estágio em que se encontra a interação do colaborador com a empresa nos diversos blocos ou fatores que influenciam o clima organizacional. As questões normalmente são voltadas tanto para  a percepção das contribuições da empresa para o processo de realização do colaborador, quanto a percepção das contribuições do colaborador para com os ciclos de realização da empresa.

Conquistando um êxito na pesquisa, torna-se possível desenvolver projetos de ação que incluem treinamentos, campanhas de qualidade de vida e diversas outras ferramentas, para melhorar as fraquezas de uma gestão deficiente ou mesmo alavancar a motivação dos colaboradores e a relação interpessoal que possuem entre si. Essa pesquisa é um instrumento chave nas grandes empresas devido a sua estrutura e comunicação, o que dificulta a avaliação informal.

Ao finalizar uma pesquisa de clima e quantificar todos os dados, é necessário realizar a devolutiva dos resultados, o famoso feedback, para se deixar claro aos colaboradores quais serão as técnicas e planos de ação empregados no futuro para melhorar o ambiente de trabalho.

Uma tarefa árdua, porém recompensadora

Com um clima organizacional favorável e construtivo, uma empresa torna-se capaz de desenvolver um crescimento positivo capaz de lidar com obstáculos que se apresentam na economia e produção da organização. Porém, devemos compreender que o clima organizacional já existe dentro de uma empresa e não é algo que possa ser criado, mas pode ser moldada de forma positiva. Uma tarefa árdua, mas recompensadora.

 

Por Victor Guedes

Referências

https://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/bis/a-importancia-do-bom-clima-organizacional-na-empresa,73fe9bda15617410VgnVCM2000003c74010aRCRD

PAYNE, R. L.; MANSFIELD, R. Relationship of perceptions of organizational climate to organizational structure, context e hierarchical position.  Administrative Science Quarterly, n. 18, p. 515-526, 1973.

CHIAVENATO, I. Introdução à teoria geral da administração: uma  visão  abrangente  da  moderna administração das organizações. Rio de Janeiro: Elsevier, 7. ed, 2003

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s