Conheça 3 Benefícios Psicológicos da Vacinação em Massa

Se a Pandemia trouxe um agravamento dos sintomas e dos quadros de Transtornos Mentais no Brasil, a vacinação poderia, como seu inverso, trazer benefícios?

Confira 3 Benefícios Psicológicos que a Vacinação nos traz.

A vacinação contra a Covid-19 já é uma realidade. Esperamos que seus benefícios também o sejam.

O ano de 2020 foi marcado como o ano da Pandemia de Covid-19. Em 2021, esperamos, teremos o ano das vacinas contra a doença. Pensando nestas, preparei este texto para falar sobre 3 Benefícios Psicológicos das Vacinas e das campanhas de vacinação.

Caso você procure mais informações sobre o que foi, como começou e os principais aspectos da Pandemia de Covid-19 em 2020, acesse o megatexto que preparei a respeito com tudo sobre o assunto àquela época. Clique aqui para ler.

1 – Planejamento: “Depois da vacinação eu vou…”

Um benefício psicológico da vacinação é a possibilidade de realizar planejamentos para depois dela.

A possibilidade de fazer planos, programar uma rotina, um roteiro e, portanto, pensar no futuro, foi um direito que a Pandemia tirou da grande maioria das pessoas: o direito de se organizar mentalmente.

Quando temos uma data ou, como é o caso atual, uma programação para finalmente termos datas, se torna possível saber:

  • Uma data em que se poderá fazer uma viagem de lazer e/ou trabalho;
  • Imaginar uma data no futuro para visitar parentes, amigos e pessoas importantes com quem temos afeto, das quais precisamos nos afastar;
  • Estimar, mais ou menos, quando participar ou organizar uma festa importante;
  • Quando será possível voltar ao trabalho/aulas presencialmente, entre outras coisas.

Certamente isso permite com que não haja apenas um conjunto de incertezas catastróficas em nossa mente, o que não produz uma boa perspectivas de afetos, sentimentos e emoções a respeito de nosso futuro.

2 – Superação: O maior benefício é saber que superamos o pior momento.

Há benefício psicológico melhor do que a sensação de dar um golpe certeiro no Coronavirus?

O home-office virou uma realidade, o atendimento psicológico online se tornou a rotina (teve até passo-a–passo para os psicológos e pacientes que não conheciam ainda esta modalidade).

Ir ao mercado se tornou uma perigosa aventura; agora, o simples ato de tomar cerveja em um barzinho que não estivesse vazio, converte-se numa nova espécie de sexo casual desprotegido entre pessoas desconhecidas; o transporte público torna-se a versão 2020 daquele banheiro de rodoviária, onde o maior desafio é adentrar e não tocar em nada. E o pior de tudo: não há para onde correr por tempo indeterminado.

Três das frases que eu mais escutei no consultório durante o ano de 2020 foi: “Eu não aguento mais essa Pandemia“, “Parece que isso nunca vai acabar” e “Parece que nada do que fazemos está adiantando”. Contudo, estas frases trazem um simbolismo importante: não havia um horizonte de SE e nem de QUANDO teríamos algum tipo de respiro. Por isso presença das vacinas nos deixa saber de 3 coisas muito importantes:

  • Não estamos mais “desarmados contra o vírus e a doença;
  • Todo ou parte do esforço que fizemos, deu resultado;
  • Uma hora isso vai acabar.

Apesar de atualmente o Brasil ainda enfrentar um dos piores momentos da Pandemia, não iremos mais passar por isso por tempo indeterminado. Se há um horizonte na vacinação, então o pior já passou. Pois agora mais motivos para voltar a lutar com toda a força. Há agora sonhos com um futuro melhor.

3 – A Esperança é mais do que um benefício psicológico: é um privilégio que a vacinação nos dará.

Dos 3, o maior benefício psicológico da vacinação é a possibilidade de esperar, de sonhar, e de esperançar por um futuro melhor.

Um dos grandes efeitos psicológicos desta Pandemia foi a drástica diminuição da possibilidade de pensar positivamente a respeito do futuro e da felicidade; a redução exponencial de nossa capacidade de ter esperança em tempos futuros.

Paulo Freire dizia que a palavra esperança nada teria a ver com o verbo “esperar” e sim com “esperançar”. Se a primeira tem como sinônimo o verbo “aguardar”, a segunda certamente amplia este significado quando se aproxima mais do verbo “animar”. Por sua vez, animar vem do latim Anima (alma). Ou seja: animar é “dar alma”, portanto: “dar vida” a algo ou alguém.

Há vacinação! Podemos ficar animados! Mesmo rodeados pela morte, será possível enchermo-nos de vida: ao menos em pensamento!

Com a esperança poderemos:

  • Planejar: e por isso teremos mais organização em nossa rotina;
  • Superar: passamos por muita coisa, contudo, sabemos que o pior já passou;
  • Esperançar: agora é sim, possível dizer que dias melhores virão!

Profissionais de saúde da linha de frente terão prioridade. Mas em breve, psicólogos e outros profissionais da saúde também poderão se vacinar para que, logo mais, suas palavras de cuidado abandonem os efeitos do microfone sobre sua voz.

Esperaremos e esperançaremos com muito gosto este momento, mas não só o nosso e sim o mais importante de todos: a notícia da última pessoa, da última lista, ter sido vacinada com sucesso.

Contamos com todas e todos!

Por Caio Cesar Rodrigues

Este texto foi uma adaptação da publicação “3 Benefícios Psicológicos das Vacinas“. Todos os direitos autorais foram preservados e não serão requisitados, pois trata-se de uma edição livre, gratuitamente compartilhada por seu mesmo autor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s