Condicionamento Clássico e Laranja Mecânica: O Tratamento Ludovico

laranja-mecanica
(Cena do filme Laranja Mecânica, 1971)

Hoje, falarei sobre o Condicionamento Clássico (ou Pavloviano), que é uma descoberta fascinante no campo o comportamento animal, e irei relacioná-la com cenas do filme Laranja Mecânica (“A Clockwork Orange”, escrito, produzido e dirigido por Stanley Kubick e lançado no ano de 1971) a fim de ilustrar didaticamente o fenômeno citado. E quero dizer que este é um assunto que me interessa e muito, pois, sobretudo, é um assunto que diz respeito às Leis Universais do Comportamento.

O Condicionamento Clássico (Pavloviano)

Primeiro, permita-me contextualizar a descoberta. Em meados do século XX, o fisiologista russo Ivan Petrovich Pavlov estava estudando o reflexo inato da salivação em cães, sendo que, seu experimento consistia em medir a variação e o aumento da saliva produzida por estes, quando o alimento lhes era apresentado (estímulo incondicionado). Aqui, vale dizer que o reflexo inato é uma resposta involuntária eliciada pelos estímulos (incondicionados) do ambiente, como a contração ou dilatação pupilar, a sudorese, o ruborizar ou os batimentos cardíacos, por exemplo. Voltando a historinha, Pavlov começou a perceber que o aumento salivar passou a ser eliciado antes mesmo da apresentação da comida, como, por exemplo, quando os cães apenas viam os mesmos laboratoristas que os serviam o alimento durante os testes. Pavlov investigou e começou a colocar o som de uma sirene junto com a apresentação da comida. Pouco tempo depois, bastava tocar a sirene para obter aumento da salivação sem apresentação do alimento. Foi então descoberto o emparelhamento de estímulos, o reflexo condicionado e o condicionamento clássico nasceu.

O método consiste em emparelhar (associar/apresentar junto) estímulos neutros (que não eliciam reflexos inatos) e estímulos incondicionados (que eliciam reflexos inatos) para que o estímulo incondicionado passe a ser um estimulo condicionado que gere um reflexo condicionado. A imagem abaixo ilustra, na forma de um simples paradigma, o procedimento de Pavlov:

condicionamento clássico emparelhamento-pavlov

 

A importância e contribuição desta descoberta para a psicologia se dá em uma perspectiva evolucionista, visto que essas leis regem o comportamento tanto de animais inferiores quanto superiores (o homem).

O filme Laranja Mecânica

Este filme conta a história de Alex, o líder de uma gangue ou grupo de delinquentes, cujo prazer e satisfação vem de comportamentos violentos como agressões, estupros e roubos. Sem entrar em demais detalhes do filme, após uma emboscada do próprio grupo, é pego pela polícia , preso e, após um período, pede para ser inscrito em uma “técnica experimental” que o faria nunca mais voltar à prisão. Depois disso, é encaminhado para submeter-se ao “Tratamento Ludovico”

O Tratamento Ludovico

tratamento ludovico - condicionamento clássico -alex
(Cena do filme Laranja Mecânica, 1971)

Sim, a técnica de “lavagem cerebral” usada em Alex é o condicionamento clássico. No filme, são feitas algumas sessões diárias, durante duas semanas, onde o paciente ficou amarrado, com a cabeça presa e pálpebras abertas, experienciando cenas de violência emparelhadas com substâncias líquidas de drogas específicas (estímulo incondicionado) que lhe eram gotejadas no olho. É importante dizer que, neste caso, o conteúdo de violência era um estímulo condicionado que produzia reações fisiológicas de prazer e o método buscou recondicioná-lo para sensações desagradáveis provindas das drogas utilizadas. Foi emparelhado também, de forma aleatória, músicas clássicas, com destaque para a 9ª Sinfonia de L. V. Beethoven, que era a música favorita do protagonista (estímulo este, “condicionado à prazer”).

A imagem abaixo ilustra, na forma de um simples paradigma, o procedimento de utilizado em Alex:

condicionamento clássico emparelhamento-alex

 

Após o emparelhamento e conforme esperado, Alex passou a reagir com náusea, medo e desespero (alguns dos efeitos produzidos pelas drogas), frente, não só às situações de violência, mas também à, anteriormente adorada, 9ª Sinfonia de Beethoven.

FONTES CONSULTADAS

Bock, A. M. B. (1999) Psicologias: uma introdução ao estudo de psicologia. 13ª Ed. São Paulo: Saraiva, 1999.

Kubrick, S. (Producer), & Kubrick, S. (Director). (1971). A clockwork orange [Motion Picture]. Burbank: Columbia-Warner Distributors.

Moreira, M. B. & Medeiros, C. (2007) A. Princípios básicos de análise do comportamento. Porto Alegre: Artmed, 2007

Deixe seu comentário, faça perguntas e, se gostou, não se esqueça de curtir e compartilhar nossa página.

 

Por Caio Ferreira

2 comentários sobre “Condicionamento Clássico e Laranja Mecânica: O Tratamento Ludovico

  1. Vale salientar que este não é um “tratamento” adequado aos problemas de Alex, como a mudança de comportamentos agressivos. Um grande abraço e parabéns pelo trabalho! Sucesso!

    Curtir

    • Professora Vera, muito grato pelo seu comentário em nosso texto.
      Tivemos muito prazer em estudar AEC consigo.
      De fato, é importante frisar que este emparelhamento (assim como a Punição, frente aos Comportamentos Operantes – apesar de ter grande valor teórico), não é adequado a nível clínico e pode causar efeitos bem negativos na aprendizagem/conduta do indivíduo.

      Grande abraço!

      Curtir

Deixe uma resposta para Vera Lombard-Platet Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s